terça-feira, fevereiro 27, 2007

politiquices

A demissão de Alberto João Jardim e posterior candidatura mostram o que de pior tem a politica, o pior mesmo...

Jardim demite-se porque a administração de Sócrates reduz as verbas destinadas à Madeira. Será essa medida de Sócrates positiva ou negativa? Acho que não, mas neste momento isso é o menos importante.

Se estivéssemos perante um jogo limpo Jardim teria de ou ter a coragem de governar com o que tem ou então demitir-se por não se considerar capaz de com limitação de verbas conseguir governar.

Na mesma premissa o PSD seria convidado para formar governo na madeira e aceitaria ou não depois de ponderar bem as coisas.

O que se passou não foi isto… foi das piores jogadas politicas que alguém (politico) pode fazer!

Todos sabemos que o líder do PSD Madeira demite-se com a certeza que o PSD madeira dirá não a um eventual concite do PR (aliás no próprio dia da demissão o partido logo vincou essa intenção). Vai por isso haver novo escrutínio eleitoral. Alberto João Jardim, que é líder de um governo de gestão, já esta a fazer campanha inaugurando coisas praticamente todos os dias.

As novas eleições têm um custo elevado, o vencedor todos sabem quem será e ainda vai ser visto como um herói por alguns… a situação ficará a mesma, aliás pior pois o custo de oportunidade destas eleições é como referi enorme.

Enfim, assim vai a politiquice em Portugal.

2 comentários:

Dae-su Oh disse...

Isto cheira-me a estratégia para prolongar o seu mandato, pura e simples estratégia política.

Anónimo disse...

trata-se de uma habilidade do ditador..