terça-feira, junho 19, 2007

e ele a dar-lhe!

O ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Mário Lino, afirmou hoje que a opção Portela+1 "não é uma solução viável" nem do ponto de vista operacional nem do ponto de vista económico e financeiro."Do nosso ponto de vista, essa solução não é uma solução viável. Não tenho nenhum estudo, nenhum trabalho feito por pessoas com credibilidade e devidamente fundamentado que prove o contrário", disse Mário Lino..
Com todas estas complicações posto de seguida belos exemplos de simplicidade de processos:















8 comentários:

Anónimo disse...

a do cão ta bue de fix.

Laurentina disse...

Eita que o gajo é jumento ...porra!!!


Esta corja é danada ...

Beijão grande .

adrianeites disse...

pois é...
é mesmo danada esta corja!

o guardião disse...

Declarações dignas de quem rumina ainda o "desígnio pessoal" de construir na OTA. Se não conhece nenhum estudo credível por que é que se dá ao trabalho de emitir opinião? E se não há esse estudo porque é que o PS o inviabiliza? Deve ser difícil de explicar...
As imagens estão boas
Cumps

adrianeites disse...

de facto é mesmo um designio pessoal...

as declarações são disso prova evidente!

este ministro estava bem era caladinho!

Zé Povinho disse...

Qual a credibilidade desse senhor? Ele também não tem estudo nenhum credível que diga que existe um qualquer deserto em Portugal, mas não se coibiu de o afirmar.
Ah já sei, foi num outro contexto ... das ideias. Compreendi-te
Abraço

adrianeites disse...

Qual a credibilidade desse senhor?
- Zé Povinho

R: Depois do que tem afirmado:
ZERO!

cp's

cadeira do poder disse...

A diferença entre a opinião do Ministro, não sustentada por um estudo, e o comum cidadão, é que o comum cidadão não se rege pela simplicidade do "é assim porque posso".