domingo, julho 01, 2007

preocupante

Cerca de metade dos 184 contactos estabelecidos com a Linha SOS-Professor ao longo do ano lectivo serviram para solicitar apoio por agressão verbal ou física.Na realidade, os números dados a conhecer pela Associação Nacional dos Professores (ANP), responsável pela referida linha telefónica, revelam que a agressividade em relação aos docentes continua a provocar vítimas.De acordo com um balanço feito pela ANP, foram recebidos 184 contactos, dos quais 46% serviram para pedir apoio por agressão verbal e/ou física. Na realidade, 94 queixas relatavam agressões, indisciplina e maus relacionamentos, o que significa que um em cada dois professores que contactaram a linha telefónica sofreu algum tipo de agressão.Segundo os dados apurados, 41% das situações envolvem professor e aluno e 17% docentes e encarregados de educação.A maioria dos casos acontece no 1.º ciclo de escolaridade (30%), seguindo-se o Secundário (18%) e o 3.º ciclo (16%). ver noticia completa.
algo se tem de fazer, a coisa está preocupante.... a inércia da ministra e do governo assusta!
_______//___________

8 comentários:

Zé Povinho disse...

Ser-se professor é aceitar uma tarefa com espírito de missã. Não é fácil e não se recomenda a quem não queira ter o tal espírito. Já vimos muitos a desvalorizar os profissionais do ensino e portanto esta violência não me surpreende.
Os segredos das pirâmides e o verdadeiro tratado de ciências exactas que elas contêm, ainda hoje nos consegue surpreender.
Abraço

Pipinha disse...

Mas isso não lhes interessa... Os professores têm de ser escravos, portanto, já que o ministro não tem respeito pelo trabalho deles, muito menos os miudos o terão...

o guardião disse...

Ai a matemática, essa malandra que não quer nada comigo.
Os professores, esses estão lixados, juntamente com os funcionários públicos e os outros também. Como diria um amigo meu, brasileiro, o mar não está para peixe, eu acrescentaria a música do Zeca "Os Vampiros" (eles comem tudo, eles comem tudo, eles come tudo e não deixam nada...)
Cumps

adrianeites disse...

ze povinho:"Não é fácil e não se recomenda a quem não queira ter o tal espírito" - concordo plenamente..existem demasiados maus professores.. era bem mais facil se todos os professores o fossem por vovação... no entanto também tive os tais professores, de vocação, e empwnho inexcedivel!
as piramides escondem mesmo muita coisa!

pipinha: os sucessivos ministros da educação têm sido maus, muito maus... nunca o ensino foi prioridade de nenhum governo!

guardião: o mar está mesmo mau para o peixe, no ensino, na cultura, na economia, na...

cp's

Miguel Ângelo disse...

Os números são uma forma de ludibriar a realidade, pois eles são manipulados. Por exemplo, quando se diz que numa aldeia existem dez habitantes e "abundam" dez galinhas. A estatística dirá que há uma galinha por habitante, no entanto, poderá eventualmente existir um que tenha três e outro que, no campo das probabilidades, não tenha nenhuma. Que maldade!!!Que crueldade crudelíssima!!! Acho um assunto que merece uma profunda reflexão nacional, e até um referendo, porque não?

Anónimo disse...

Quo vadis Educação?!

Laurentina disse...

Quo vadis Tugistão...?!

boa semana
beijão muito grande

adrianeites disse...

Miguel Angelo:
sem dúvida que a análise estatistica tem muito que se lhe diga... a história das galinhas está muito boa!

anonimo e laurentina:

Não sei para onde caminha a educação, nem o país... e ás vezes apetece-me não querer saber...

cp's