quinta-feira, setembro 27, 2007

falácia!




"Corrupção aumentou em PortugalPaís em 28º lugar num ranking de 180 nações analisadas


A corrupção entre funcionários públicos e políticos em Portugal aumentou no último ano, colocando o país em 28º lugar num ranking
de 180 nações analisadas no relatório de 2007 da organização não-governamental Transparency Internacional divulgado hoje.
Portugal desceu dois lugares em relação ao relatório do ano passado, passando de 26º para 28º lugar, de acordo com o Índice de Percepção de Corrupção (IPC) da Transparency Internacional (TI), que classifica os países segundo o eventual grau de corrupção no sector público, tendo por base informações recolhidas e tratadas nos dois últimos anos por diversas instituições independentes.
Apesar da TI alertar para o facto de a descida no ranking poder não significar um eventual aumento de corrupção, até porque este ano o estudo avaliou mais 17 países do que no ano passado, a verdade é que a classificação atribuída a Portugal também baixou.
Numa pontuação de zero (altamente corrupto) a dez, Portugal passou de 6,6 para 6,5, de acordo com as "informações obtidas em sondagens a especialistas e empresas realizadas por 12 instituições independentes e creditadas", refere o documento disponível desde hoje na Internet."


é por estas noticias destes estudos sensacionalistas que algumas noticias não têm credibilidade....


na falta de espaço colocam-se estas coisas nos jornais... esta noticía é uma falácia.., por analogia com a economia, com o mercado, é uma falácia "ceteris paribus" pois mantém tudo constante...


este estudo, como todos os similares a este, já são dúbios, têm uma margem de confiança escassa! neste caso as variaveis mudam de um ano para o outro e a noticia do jn ignora isto... enfim, não advogo pelos funcionários publicos mas isto é uma treta...as pessoas que so leem o título da noticia interpretam de forma erronea!

Aplaudo Pedro Santana Lopes que ontem em entrevista á Sic Noticias viu a mesma ser interrompida para um directo ao aeroporto por causa da chegada do Mourinho..
Ele abandonou a entrevista! Aplaudo! muito bem! Teria feito a mesma coisa.. foi um total desrespeito!
Hoje já ouvi o Ricardo Costa, Director do canal de informações da estação de Carnaxide, dizer que a interrupção é normal...
dois erros graves em menos de 24 horas.. a interrupção e o não pedido de desculpas hoje...
assim vai a nossa comunicção social!


9 comentários:

Laurentina disse...

Adriano,
a situação é tão grave que das duas uma ...ou o povo vai para a rua e faz muito sangue esquecendo as flores , ou acredito infelizmente que este rectangulo vire definitivamente um qualquer Ruanda...
É uma pena .

Continuação de boa semana
Bejão grande

Quint disse...

Desculpe, quem é Pedro Santana Lopes?

adrianeites disse...

Sabe Quint, é irrelevante saber quem é entrevistado.. trata-se d'alguem que foi convidado para uma entrevista e que subitamente a mesma foi interrompida por causa de uma futilidade.....

Já agora olhe o que copiei da wikipedia:
"Pedro Miguel de Santana Lopes (Lisboa, 29 de Junho de 1956) é um político português, ex-primeiro-ministro e antigo presidente das câmaras municipais da Figueira da Foz e de Lisboa.

Santana Lopes é licenciado em Direito pela Universidade de Lisboa. Aderiu ao Partido Social Democrata Português (PSD) em 1976.

Era discípulo de Sá Carneiro, fundador do PSD, fez parte do governo português de Cavaco Silva, tendo sido o seu Secretário de Estado para a Cultura. Foi também presidente do Sporting Clube de Portugal, e presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz e, posteriormente, foi presidente da Câmara Municipal de Lisboa, que ganhou nas Eleições Autárquicas de 2001.

Depois da demissão de Durão Barroso do cargo de primeiro-ministro de Portugal em 6 de Julho de 2004 (aceitando o convite para ser candidato a presidente da Comissão Europeia), Santana Lopes, que era então o vice-presidente do Partido Social Democrata (PSD) assumiu a sua presidência. Pondo fim à crise política aberta no país com a demissão do Primeiro-Ministro, o Presidente da República Jorge Sampaio convidou Santana Lopes a formar novo governo, a 12 de Julho foi indigitado primeiro-ministro e a 17 de Julho tomou posse.[1] No entanto, após quatro meses de uma governação controversa e apresentada como instável por grande parte da comunicação social, Sampaio anunciou a 30 de Novembro que iria dissolver a assembleia e convocava eleições antecipadas, apesar da coligação entre o PSD e o PP ter a maioria na Assembleia da República, facto inédito na história da democracia em Portugal. Sampaio não chegou a explicitar os motivos da sua decisão mas o facto de o Partido Socialista (partido de Sampaio) estar na altura em alta nas sondagens e o facto de a liderança deste partido ter entretanto mudado, e de existir uma enorme campanha de desestabilização frente ao Drº Santana Lopes foram apontados por vários sectores como tendo sido determinantes para a sua decisão.[2]

Após isso, o governo de Santana Lopes demitiu-se, numa atitude sem efeitos práticos, uma vez que o governo se manteve como governo de gestão até à tomada de posse do novo governo saído das eleições legislativas de 2005 nas quais Santana Lopes guiou o Partido Social Democrata ao seu pior resultado de sempre (29,61%) e o Partido Socialista, conseguiu alcançar pela primeira vez uma maioria absoluta no parlamento. Santana Lopes manteve-se com primeiro-ministro em exercíco até ser substituído por José Sócrates a 12 de Março de 2005.[3]

Após a tomada de posse do executivo de José Sócrates, Santana Lopes decidiu reassumir automaticamente o lugar de Presidente da Câmara Municipal de Lisboa. Não tendo sido escolhido pelo PSD para candidato nas eleições autárquicas de 2005, renunciou ao cargo para assumir as funções de deputado, que imediatamente suspendeu. Actualmente faz parte do Departamento Juridico da empresa EDP"

Quint disse...

Eh pá... afinal trata-se de figura importante.
Mas olhe Adrianeites, o homem afinal queixa-se de quê?
Que o interromperam para dar lugar ao Mourinho?
Pois, sabe o que é isso? Promiscuidade cultivada de parte a parte e Santana Lopes foi um dos que mais a cultivou...
Falta de educação, quiçá...
O não ter percebido que, mesmo para o PSD, é um "has been"...
Não precisava de ter ido à Wikipédia.
Eu conheço o homem.

Quint disse...

Regressei... mais um prémio. Por favor, recolha.

C Valente disse...

Politicos corruptos nest país não
é tão verdade como o presidente do iraque afirmar que não há gays
(na nossa televisão tambem não) Saudações amigas

Odysseus disse...

Isto como está se não for a dar uma pequena golpada como é que conseguimos ter algo? O governo está a roubar tudo, a estatística conta com isso?

adrianeites disse...

boas questões odysseus?

Anónimo disse...

Tamos tramados com políticos assim que abandonam a cadeira da entrevista. Não acham?