segunda-feira, setembro 10, 2007

Imparcialidade jornalística

recebi no e-mail..

"Imparcialidade jornalística: Dois meninos estavam a sair do Estádio de Alvalade, quando um deles é atacado por um cão, da raça Rottweiler. O outro menino, imediatamente, agarra num tubo de metal e dá com ele na cabeça do animal, matando-o, permitindo assim que o amigo escape apenas com alguns arranhões. Ao ver a cena, um jornalista que passava pelo local correu para ser o primeiro a cobrir o acontecimento e escreveu no seu caderninho: 'Jovem verde e branco, salva amigo do ataque de um cão.'- Mas eu não sou verde e branco, disse o menino. E então, o repórter corrige para: 'Bravo pequeno herói benfiquista salva amigo das garras de animal feroz'. - Mas eu também não sou benfiquista, disse o menino novamente. - Desculpa outra vez, apenas pensei que como estamos em Lisboa e não ésverde e branco, deverias ser benfiquista. -Afinal, de que equipa és tu? - Sou Portista. E o repórter volta a escrever em seu caderninho: 'Delinquente portista assassina brutalmente animal doméstico indefeso'!"

5 comentários:

C Valente disse...

Impercialidade é coisa que não se vê por ai, o jornalismo cada vez está pior, dominado por poucos a incompetencia é o mote.
Saudações amigas

quintino disse...

A ser verdade, lamentável. Espera aí? A ser verdade? Essa é boa... quantas coisas, especialmente nos meandros dos jornais desportivos, por exemplo, não são convenientemente embrulhadas e apresentadas como verdades?
E depois, aqui entre nós, sendo azul e branco é certo e sabido...

aryana disse...

Por favor...coitados dos jornalistas desportivos!!!

Odysseus disse...

Sempre dá para um Mac os juros, mas ao menos, já pagam juros :)

Cumps

césar Luciano disse...

Sul e Norte nunca foram muito compatíveis....