sábado, abril 26, 2008

Cá estamos de fim de semana, este maior por força do 25 de Abril.....
Este como outros feriados são bons pelo facto de sermos pagos sem termos a necessidade de ir trabalhar... basta sair á rua e perguntar qual a importância dos feriados para as pessoas...
Confesso que tirando o dia 1 de Janeiro, Maio e Novembro, o 25 de Abril e Dezembro, 5 de Outubro, não sei de cor porque é os outros dias (como 1 e 8 de Dezembro) são feriados...
Já soube disso tudo..mas já não me lembro...oops lembrei-me agora do 10 de Junho - Dia de Portugal e das comunidades...è não é?!?!
"Isto o que era preciso era um novo 25 de Abril" - frase emblemática repetida vezes sem conta pelo povo, usada para diversos fins...
****************************************************************
Sobre a comemoração do 25 de Abril de 1974 importa perceber assinalar esta importante data na história da nossa republica. O Presidente da Republica referiu e bem a preocupação pelo facto da ignorância dos mais jovens sobre o acontecimento ocorrido à escassos 34 anos, escassos porque se os conteúdos das disciplinas de história abordam coisas sem importância dignas de registo datadas do século 13 ou 14 e não previligiam coisas importantes ocorridas no século passado como as duas grandes guerras, a implantação da republica, o 25 de Abril, a adesão à UE (CEE) etc etc.. isto é história...
*****************************************************************
Eu penso que as disciplinas de história e língua portuguesa deviam ser leccionadas desde o 1º ciclo até ao ensino superior... penso eu...
*****************************************************************

10 comentários:

césar Luciano disse...

Imagina tu que no secundário e no superior tinhas de estudar História, e tinhas de te preocupar com essa disciplina, em vez de te preocupares com aquelas que realmente são úteis para a tua profissão. Era chato...

Há dois tipos de "jovens": Aqueles que chegam a casa e vêm o telejornal e aqueles que vêm os Morangos com açúcar. Por consequência, existem aqueles a quem se pergunta quem é o Presidente da republica, ou quem foi Mário Sã Carneiro e não sabem.

Mas do mesmo modo também há adultos assim, a fazerem justiça ao estereotipo português.

Eu até gostava de História, no entanto digo: ainda bem que agora não tenho história, safei-me de boa. è que era complicado ter que "memorizar" páginas e páginas de acontecimentos, que em muitas vezes são desprovidos e interesse.

adrianeites disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
adrianeites disse...

Na minha opinião essas duas disciplinas teriam de ter uma carga horária simbolica e teriam de ser uma espécie de upgrade... repara que tiveste historia no nono ano... qdo acabares a licenciatura vão estar passados cerca 6/7 anos........
enfim eu não pedia que tu voltasses a abordar de forma "esmioçada" no superior a crise de 1383-85, ou outro qq facto histórico.. .mas rever esses conceitos não fazem mal a ninguém..

Qto ao português creio que muito teriamos a ganhar tb...

césar Luciano disse...

"Qto ao português creio que muito teriamos a ganhar tb..." Começa a escrever direito então :) lol

Vistas assim as coisas, também era útil aos alunos de "humanidades" e cursos de letras, fazerem um update à matemática.

adrianeites disse...

nem dei grandes erros... podia ter escrito "kdo" em "vex" de qdo(como abreviatura de quando)... lol...

será discutivel e equacionavel falar da matematica?

o quotidiano de cada profissional necessita de um bom nível no dominio da lingua portuguesa, quer ao nível da escrita quer ao nível das terminologias especificas de cada área de saber...

Qto à matematica e sem tirar a importância que a mesma tem não é a mesma coisa... para o dia a dia a tabuada na ponta da língua, as contas de cabeça e tal chegam..

mas são opiniões...

Gardagami disse...

See Please Here

césar Luciano disse...

A matemática é sempre equacionável. lol.

Concordo com o Português até ao superior.

Zé Povinho disse...

Quem desconhece a História, portuguesa e mundial, nunca poderá entender os fenómenos que deram origem às grandes mudanças sociais ocorridas um pouco por todo o mundo. A Cultura é uma parcela indispensável do conhecimento, e a História a sua coluna vertebral.
Abraço do Zé

Belzebu disse...

Concordo totalmente com o Zé Povinho! É fundamental conhecer a História para entender os fenómenos! E não havia necessidade de ela ser dada de forma massuda, pois pode ser dada de outras formas muito mais interessantes. A velha fórmula de decorar datas e reinados e essa treta toda, já deveria ter dado lugar à interpretação da História.

Aquele abraço infernal!

Mac Adriano disse...

Acho piada é aos recados do Cavaco Presidente, que fala como se nunca tivesse existido um Cavaco Primeiro-Ministro, por sinal com grande dose de responsabilidade em muitas coisas que agora critica.