domingo, junho 22, 2008

subscrevo!


Opinião > Crónicas na Rede > Linha directa
Nenhumas saudades de Scolari

“Uma grande equipa tem de ser capaz de mudar de sistema quando for necessário”. A frase é de Joachim Löw, seleccionador alemão, após ter eliminado Portugal do Euro’2008. E é apenas umas das razões por que Scolari não conseguiu ter sucesso (leia-se títulos) em Portugal. Sei que a maioria dos adeptos portugueses defende o contrário, mas Scolari já rumou ao Chelsea e eu não sinto quaisquer saudades ou desilusão por o treinador brasileiro ter deixado a Selecção Nacional. Senti desilusão sim, quando perdemos a final do Europeu contra a Grécia da mesma maneira que perdemos o jogo de abertura (e Scolari estava cá); desilusão por perder com a França nas meias-finais do Mundial’2006 devido às teimosias de Scolari; e por sair do Euro’2008 nos quartos-de-final depois de levar um banho táctico da Alemanha e ter falhas inconcebíveis para uma equipa que se dizia estar a lutar para o título europeu.Podia enumerar aqui um sem número de erros e lacunas de Scolari mas vou restringir-me aos mais básicos. A frase de Joachim Löw é um exemplo claro: Scolari adoptou o 4x2x3x1 mas não havia uma táctica diferente nem para as horas de desespero. Nunca utilizou dois pontas-de-lança titulares, nem sequer quando estava a perder nos últimos minutos de jogos decisivos. O plano B do brasileiro era (como se viu diante da Alemanha) tirar o ponta-de-lança, colocar outro extremo e passar Ronaldo para o centro. Em 2004 e em 2006 era trocar avançado por avançado. Em táctica, Scolari demonstrou ser um leigo. Outro defeito evidente era a teimosia de Scolari: sempre Pauleta sozinho no ataque quando em 2004 não fez um único golo (como podia uma equipa querer ser campeã europeia quando o ponta-de-lança não marca um só golo no conjunto dos jogos e a jogar em casa?) e lembro que foi Nuno Gomes quem eliminou a Espanha pois Pauleta foi substituído por ter levado um cartão amarelo, falhando depois a Inglaterra; a aposta sucessiva em Ricardo (é certo que é um mestre nos penáltis mas para lá chegar convém sair bem a cruzamentos e nos cantos) e por fim lembro a ausência de Maniche neste Europeu…é capaz de ter feito falta. Fico-me por aqui mas podia ir à teimosia Vítor Baía (em 2004 foi só campeão europeu antes do Euro), aos casos mal explicados do “desaparecimento” de Sérgio Conceição e das saídas de Rui Costa, Rui Jorge e Fernando Couto da equipa que entrou a perder o Euro’04…Para concluir, lembro só que no Euro’2004, Portugal perdeu a final num lance de bola parada e, em 4 anos, Scolari parece não ter aprendido como se defende nas bolas paradas. Voltou a ser eliminado, desta vez no Euro’08, e depois de ter sofrido o golo da República Checa no seguimento de um canto, sofreu dois golos com a Alemanha na sequência de bolas paradas, com a defesa e Ricardo novamente aos papéis. A defesa do Chelsea que se cuide…. Mas, apesar de saber que faço parte de uma minoria, fico satisfeito por Scolari abandonar a Selecção de Portugal pois nunca foi, nem como homem nem como treinador, pessoa que me inspirasse confiança. Venha alguém mais sábio, para que não seja precisa tanta dose de sorte.PS – Serve esta última ideia para me penitenciar de uma escolha feita há uma semana. Numa análise que fiz aos guarda-redes titulares no Europeu entre razoáveis, bons e excelentes coloquei Ricardo no lote dos bons. É claro que não foi o jogo da Alemanha que me fez mudar drasticamente, até porque um só jogo não pode alterar tudo, mas exceptuando os penáltis, Ricardo tem erros que me levaram a considerar e a integrá-lo no grupo dos razoáveis. É que eu, ao contrário de outros, não sou teimoso…
Autor: HUGO NEVESData: Sabado, 21 Junho de 2008 - 23:38

12 comentários:

Vieira Calado disse...

Fomos eliminadas por uma equipa que, pareceu inferior.
Os erros defensivos pagam-se caros.
Agora culpar este ou aquele, julgo que não tem sentido. Todos comentem erros.
Um abraço

Mac Adame disse...

Eu também pertenço a essa minoria. Mas já me cansei de argumentar sobre razões que ninguém quer perceber. Já demonstrei, através de uma comparação entre os resultados conseguidos em jogos por Scolari e por outros antes dele que Scolari não é melhor do que os outros e que em alguns casos fez mesmo muito pior. Às selecções que Oliveira ou Humberto Coelho não ganhavam, Scolari também não ganhou. Se algumas vezes chegou mais longe foi apenas porque teve quase sempre a felicidade de jogar contra selecções que, mesmo sendo fortes, raramente ganham a Portugal. A única excepção foi a Espanha em 2004. Scolari ganhou a esta selecção, o que não era costume. Mas até aí foi graças a um golpe de sorte: o facto de Pauleta estar castigado, como no teu post se informa. Pelos outros jogos do Euro ficou provado que, caso Pauleta tivesse estado em campo, como Scolari tanto gostava, o golo não teria surgido. Este é, portanto, um bom post. Mas não tenhas ilusões: ninguém te vai ligar nenhuma, porque neste assunto, como em outros, a cambada de alienados prefere agarrar-se a ideias pré-concebidas do que atentar nos factos. E como Scolari conseguiu alienar uma nação inteira em volta da selecção (lá para isso ele tem jeito), ninguém quer saber que ele não tenha conseguido ganhar à Grécia, nem à Alemanha, nem à Finlândia, entre outras, nem que tenha tido grandes dificuldades em bater selecções do calibre de um Liechtenstein. Cumprimentos.

de.puta.madre disse...

Ele sabe do que está a falar, ou seja:
Fomos EnRatados pela Alemanha!

Explico:

A Alemanha fez bluff no Jogo com a Croácia. ( A Croácia também saiu mascarada, como se bem viu no jogo com a Turquia. E viva a Turquia!)

O Jogo - Alemanha-Croácia - ao qual prestamos a atenção errada ( o Scolari especialmente, ele e os jogadores) foi um jogo de engodo - foram simuladas falsas fragilidades, para mascarar as verdadeiras.

A Alemanha apostou bem! Mais vale uns Lusos-folgazões e semi-iludidos com as pseudo-fragilidades Alemãs ( Daí! O muito inteligente 2 lugar no seu grupo) do que uns Lusos-em-crescendo-de-confirmado-favoritismo-com-pózinhos-de-conquistadores-dos-mares-&etc. e mais perigoso: com a informação certa sobre o valor da Alemanha. BOM BLUFF!

Fomos ingénuos. Claro que as histórias dos frangos no quintal do Ricardo devem ter chegado à Alemanha. ( Não esquecer que o Ricardo tirou os 3 à Inglaterra!!!)

Conclusão: fomos EnRatados, puros e singelos Ratos na armadilha Alemã. Não é só o CR que está agora com o chupa a mão! ...
PS.: Foi um Ale-MANHA – Portugal. Viva a Turquia!

adrianeites disse...

vieira calado: todos cometem erros de facto,mas scolari cometeu os mesmos erros durante 5 anos e meio... e o trabalho dele foi em descrescendo... final ganha, final perdida, meias dinais perdidas, e quartos de final perdidos..

mac adame: eu tb ja me havia cansado... mas isto mete-me tanto nojo que não consigo ficar indiferente..

de puta madre: o ricardo deu o titulo europeu aos gregos, deu a passagem da alemanha etc etc... dentro dos postes ele é um guarda redes normal, fora deles é um desastre...

O ricardo no boavista de Pacheco perdeu a titularidade para william...
No sporting com peseiro tb perdeu a titularidade..
e este ano basta ver o numero de vezes que não foi titular a n'algumas ocasiões nem convocado foi...

O Guardião disse...

Enfim, em desporto ganha-se e perde-se, embora todos gostemos de ganhar. A Alemanha também já era, e foi pena não ter sido Portugal a eliminá-la, porque até estava ao nosso alcance.
A vida continua e temos problemas maiores para enfrentar.
Boa semana
Cumps

Pipinha disse...

Confesso que nunca gostei nada do Mr. Scolari, independentemente de ser bom ou mau profissional, tenho ideia que nos trata como se fossemos uma cambada de deficientes mentais. E pior, nas conferências de imprensa que dá, falar com ele ou ali com o homem da taberna é completamente igual... Estou um bocado como a Clara Ferreira Alves, "não sei que senhor era aquele mas acreditei mesmo que seria vinicultor"! Besitos!

Menina do Rio disse...

Dizem por aqui que todo time ou seleção tem 2 técnicos; o oficial e o torcedor. Como de futebol não entendo nada, então deixo meu beijo e vou pra galera.
Tem uma semana de boas realizações

Beijinhos

C Valente disse...

Voltei e passei para deixar as minhas saudações amigas

Carol disse...

Mais uma vez, estamos de acordo.
Scolari é prepotente e arrogante, casmurro e egocêntrico!
Ele não fez mais do que os outros seleccionadores, com a agravante de que andou aqui a ganhar milhões!
Infelizmente, o povo português é muito fácil de manipular e Scolari fê-lo melhor do que ninguém!
Não gabo a sorte do Chelsea, mas Abramovich também precisa de aprender uma lição e, parece-me, vai aprendê-la com este senhor.

Anónimo disse...

Nunca vi uma equipa portuguesa tão superior a uma alemã, Scolari só mostrou mais uma vez que é mau tacticamente e Ricardo frangueiro. Fico feliz com a sua saída e espero que de ambos.

Odysseus disse...

O comentário do anónimo é meu :)

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá amigo,muitos beijinhos de carinho,
Fernandinha