domingo, fevereiro 01, 2009

A verdadeira crise é esta...

Um noticiário credível deve ser sucinto, claro, isento e acessível a todos.
Um telejornal, em Portugal, dura aproximadamente setenta e cinco minutos, na minha perspectiva devia durar 30 minutos... esqueçam as galinhas que fugiram da quinta..
Os jornalistas são muitas vezes facciosos.
A Antena 3, rádio pública, paga a um senhor (Paulo Alcobia) para falar sobre filmes e entrevistas a actores e actrizes, ainda por cima de Hollywood, nem sequer de Portugal...
A Rtp paga a Marcelo Rebelo de Sousa e a Vitorino para falar sobre a actualidade, um do Psd, outro do Ps... aqueles que alternam no poder...
Emergem os fazedores de opinião por todo o lado.
Os governos gastam cada vez mais dinheiro (pequenas fortunas) em Marketing... como a encenação do Magalhães...
Carlos Santos Ferreira saiu da Presidência da Cgd para o Bcp, assim sem stress, sem espiga... afinal era só o presidente...
A Cgd tem injectado milhões de euros, uns atrás dos outros no Bpn sem alarido...
O Mário Lino ainda é o ministro das Obras públicas...
O Manuel Pinho também...
Ninguém pondera o custo de oportunidade quando decide ir para a rua manifestar-se...
A sic e tvi tem tertúlias..
O Zé carlos, dos Gato fedorento, foi um verdadeiro FLOP.
Já não se aguenta ouvir o Luís Freitas Lobo falar das dificuldades do sporting por causa do Veloso e do Rochemback serem lentos..
Em Portugal os(as) procuradores da Republica queixam-se das rupturas do segredo de justiça mas dão entrevistas para falar sobre processos que deviam ser abordados apenas em sede de Justiça.
O primeiro ministro abdica de estar na Assembleia da Republica para abordar com os deputados os problemas do país, para preparar uma declaração pública sobre "poderes ocultos".
O bastonário da ordem dos advogados não para de lançar insinuações em vez de as concretizar em sede própria.
O presidente da Federação Portuguesa de Futebol não se concentra em ter estádios com boa lotação, preocupa-se em tentar uma candidatura a um mundial de futebol... mais grave do que isso, tem o apoio do secretário de estado...
Coitados dos Pensionistas que ficam o dia todo em casa e tem para ver na tv Fatima, Voce na TV, as Tardes da Júlia, Contacto ou Portugal no Coração...
Ler um livro em Portugal é encarado como "coisa" para gente culta..
As desculpas são não tenho tempo...
As pessoas não investem nelas próprias, não se querem formar, desculpam-se com a idade, o tempo, etc... nunca é tarde para a formação..
....etc
etc...
....etc...

Esta é que é a verdadeira crise.. não tenho dúvidas...

9 comentários:

Menina do Rio disse...

Boa dia querido!
Tem uma ótima semana.

beijinhos

C Valente disse...

com um tema que aborda de ceto modo este tema está no meu politicaca.
Saudações amigas

O Guardião disse...

O país vai de mal a pior, enquanto nos entretemos com o circo mediático encenado pelos midia. O problema mais aflitivo é o desemprego, e vai ser por aí que se vai decidir o futuro, não só do país mas também do resto da Europa.
Cumps

LopesCa disse...

Infelizmente :S

Professorinha disse...

Estou contigo em tudo!... Eu já não vejo um telejornal há imenso tempo...

Beijos

susana disse...

Adrianeites: concordo plenamente! Há nomes neste teu texto que já não conheço. Deixei de ver televisão, exceptuando apenas o C.S.I., que me ajuda a adormecer!

Pipinha disse...

Há uns anos uma colega minha alemã ficou chocada com os nossos telejornais... Achou surreal durarem 1 hora ou mais! Eu juro que não tenho ponta de paciência para ver TV! Acho que não me lembro do ultimo dia em que liguei um canal "nacional"! Besitos!

LopesCa disse...

Um tema muito sério pensava que hoje estaria mais leve, Feliz Dia de São Valentim :)

césar Luciano disse...

Parabéns!!