domingo, janeiro 24, 2010

Ricardo Araújo Pereira

o Ricardo Araújo Pereira é, sem qualquer tipo de dúvida, um excelente humorista e por isso os seus méritos deram-lhe a notoriedade que, julgo, tanto procurou. O RAP como qualquer pessoa gosta de dinheiro e por isso faz e fez de tudo um pouco para ganhar a vida: Actualmente faz o governo sombra na tsf, faz uma cronica na bola, escreve e tal. No ano passado comentou os resultados eleitorais das europeias na sic e no passado participou várias vezes no "Levanta te e ri" antes da estrela "Fernando Rocha" actuar. Em suma deve gostar muito de dinheiro porque se não não se prestaria a papeis como o Levanta te e ri ou ser comentador de politica....
O RAP tem, na minha perspectiva, 2 problemas: O primeiro já o disse (gosta muito de dinheiro) o segundo é que é fanático pelo seu, outrora, glorioso Benfica. Este segundo defeito faz com que ele perca o seu discernimento e de forma facciosa escreva umas coisas na Bola sobre o futebol em Portugal. Acho que faz mal, que não precisava de se expor dessa maneira...

5 comentários:

http://lusoinculto.blogspot.com disse...

O humor tem modas, uns conseguem atingir o cimo e cavalgar a onda, outros ficam pelo caminho. Não sou um incondicional dos gatos,mas há coisas que têm graça, já a clubite, isso nem me aquece nem arrefece porque não sofro por nenhum clube em particular.
Cumps

susana disse...

Caro: gostar de dinheiro não é crime!
E deixa lá o vermelho, que o rapaz tem talento! Em vez de leres Benfica lê Porto, dá no mesmo ;)

Professorinha disse...

Hum........ já gostei mais dele!.... tenho que ser sincera...

Mac Adame disse...

Acho que é um dos grandes humoristas do burgo. Na minha opinião, um humorista mostra que é, de facto, um grande humorista quando se safa no improviso; quando, por exemplo, torna uma simples entrevista em algo engraçado; quando tem graça mesmo sem querer. E RAP passa com distinção nesse "teste". Mas é curioso verificar que, mesmo aqueles que têm preferência por um partido político, conseguem ser imparciais (quando não são eles próprios políticos, claro), mas nunca conseguem essa imparcialidade quando se trata de futebol. O que me leva a concluir que o clubismo é a coisa mais irracional que existe. Por isso, concordo plenamente, o RAP não devia escrever sobre futebol, porque é demasiado faccioso e porque, por isso mesmo, não tem realmente piada nenhuma nessa área.

C Valente disse...

Uns com muitos (independentemente do mérito) outrs com nada
Saudações amigas