quinta-feira, agosto 10, 2006

vai-te embora burro teimoso!


E pronto, já está! Adrianse vai-se embora. Não deixa saudades. O Holandês que nada havia ganho até chegar ao Porto chegou com “peito” de quem era um proeminente treinador da actualidade. Desde cedo tracei o esboço da personalidade ou falta dela de alguém cujo pretensiosismo é por demais evidente.
Recordo-me de um jornalista pedir para ele se comparar com Mourinho. Adrianse disse que do ponto de vista de títulos Mourinho teria mais… quanto ao resto…

No pré época inventou Hélder Postiga como playmaker, Lisandro como ala esquerdo e Jorginho como ala direito. No início da época inventou colocando Quaresma no banco, Diego na bancada entre muitas outras palhaçadas.
Retirou a capitania a Jorge Costa e Vítor Baía, os dois maiores símbolos do Porto. Preferiu Bruno Alves a central que Jorge Costa que nem sequer servia para o Banco. Por tudo isto o Porto registou a pior presença na Liga dos Campeões de que me recordo. Encostou Postiga apostando em Hugo Almeida.
Quando Koeman viu lenços brancos na LUZ disse que se o mesmo acontecesse no dragão ia-se embora. Os lenços foram levantados e ele não se foi embora. Disse que eram adeptos da equipa adversária. A partir de uma derrota com o estrela da Amadora começou a jogar com apenas 3 defesas, retirou Baía da Baliza e encostou Diego definitivamente.
É certo que foi campeão mas se o Sporting não fraquejasse no decisivo jogo em Alvalade!? A meu ver o título justifica-se por grande qualidade individual dos jogadores (Baía, Helton, Pedro Emanuel, Pepe, Lucho, Assunção, Ibson, Quaresma, Mcharthy, Lisandro, Diego de fora, Jorge Costa e Postiga preteridos… é muita fruta! E também por demérito dos adversários.
Esta pré-epoca disse que os jogadores do Porto não têm talento. Os jogadores que ele contratou foram entre outros Sonkaya no ano passado, Tarik e Ezequias este ano. 3 Jogadores muito fracos, fracos demais até. E queria ele mais qualidade!

Quem ler o meu blog verá que isto não é puro oportunismo. Sempre disse que este gajo não valia nenhum! Vai te embora holandês burro e teimoso.

Quanto a sucessores penso que pior é impossível. Com efeito sou apologista de alguém que seja português e com conhecimentos nacionais abrangentes. Eu escolheria entre Augusto Inácio, Carlos Brito, Vítor Pontes, Carlos Carvalhal e Domingos Paciência.


2 comentários:

Anónimo disse...

de facto quem te pode acusar de oportunismo. tive a ler o blog e tu bateste bem no adrianse.
também fico contente com a saída dele.

Anónimo disse...

lol